Alta literatura, capas vagabundas

Não é invenção de nenhum designer descolado nem coleção retrô lançada por uma editora esperta: os clássicos (ou quase isso) com capas pulp acima (todas tiradas do vasto Pulp Covers) realmente circularam décadas atrás. Eu acho genial a combinação, mas imagino a reação do fã de literatura barata ao descobrir que foi “enganado”.

Um Comentário para: “Alta literatura, capas vagabundas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *