13 Replies to “Infância bizarra”

  1. Realmente bizarros…todos. O livro de colorir desastres tem um páreo duro com a “incrível” jornada do Sr.Poop…ploft! Diante disso o fato de trocar o Paraguai de lugar é até fichinha. (imperdoável, claro)

  2. Faltou um nesta lista, que por sinal minha mãe lia pra mim desde que eu tinha 3 anos e eu já sabia de cor (segundo ela): O Short Amarelo da Raposa da Maria Heloisa Penteado. O reli recentemente e achei as ilustrações demais!
    Mas a história é bizarra, apesar de linda:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.